Concerto do 230° Aniversário de Beethoven

quarta-feira, 18 de Outubro de 2000 20:00     Igreja de S. Domingos     Entrada livre

PROGRAMA

L. van Beethoven (1770-1827): Abertura Coriolana, Op.62

L. van Beethoven: Romance para Violino e Orquestra em Fá M

G. Mahler (1860-1911): Lieder eines fahrenden Gesellen
1. Wenn mein Schatz Hochzeit macht
2. Ging heut morgen uber Feld
3. Ich hab’ ein gluhend Messer
4. Die zwei blauen Augen von meinem Schatz

Intervalo

L. van Beethoven: Sinfonia n° 1 em Dó M, Op.21
Adagio molto – Allegro con brio
Andante cantabile con moto
Menuetto, Allegro molto e vivace
Adagio – Allegro molto e vivace

Violinista:Chen Yun
Mezzo-soprano: Yang Jie
Maestro:Yuan Fang
Orquestra de Câmara de Ma

Patrocínio Exclusivo da: Fundação MacauAbertura Coriolana, Op. 62
Abertura composta por Beethoven, inspirada na tragédia Coriolanus, da autoria de H. J. von Collin, baseada num escrito de Plutarco.
A Abertura começa com um tema solene. Porém, a sua agitação, o seu protesto é interrompido por um segundo tema terno e suave, contraste característico da Forma Sonata. Este tema é frequentemente interpretado como sendo um lamento da mulher de Coriolano.

Romance em Fá M para Violino e Orquestra
Escrita em 1798 a música tem um tema em rondó, com uma melodia suamente ondulada, cujos sentimentos líricos e românticos são como que expectantes em relação ao futuro.

Depois, segue para o primeiro episódio, um tema quente e sincero, cuja tónica e baixo são como que o eco um do outro.

Na coda, o solo de violino evola uma suave e delicada melodia, com uma modulação no baixo. Gradualmente, a música vai enfraquecendo, enfraquecendo, até que se extingue num eco distante.

Lieder eines fahrenden Gesellen

Ciclo de quatro canções para mezzo-soprano e orquestra escrito em 1883, com textos do compositor, em homenagem a um amor da sua juventude, durante o período que viveu em Kassel. Ideias musicais deste ciclo serão novamente usadas na sua Sinfonia n° 1.

Sinfonia Nº 1 em Dó M, Op. 21
A resposta que Beethoven obteve por parte do público, após ter dirigido a sua primeira sinfonia em 1800, foi “Isto é apenas o desvario de um jovem atrevido”.

A obra foi criticada graças à irregularidade dos acordes da introdução. O carácter instável da tonalidade demonstra, no espaço de poucos compassos, um enorme contraste entre os dois temas.

O primeiro tema do primeiro andamento é enérgico, com

a sua tensão fora da tónica repetida. O segundo tema é uma melodia simples, numa escala menor, formando um contraste na música.

O segundo andamento em forma sonata tem características suaves e descontraídas. O terceiro andamento, com mudanças bruscas em staccato, recorda-nos a personalidade fortemente emocional de Beethoven. Sigificativamente diferente, o último andamento acaba duma forma tranquila.