“Exposição Colectiva das Artes Visuais de Macau”foi inaugurada, apresentando obras de arte excepcionais de vários artistas locais

Data de Publicação: 29/04/2021
Tipo: ---

Organizada pelo Instituto Cultural (IC), a “Exposição Colectiva das Artes Visuais de Macau” foi inaugurada hoje (29 de Abril), no Centro de Arte Contemporânea de Macau – Oficinas Navais N.º 1, apresentando uma selecção de obras excepcionais de vários artistas locais. Teve lugar ainda a entrega de prémios aos artistas vencedores na cerimónia. A cerimónia de inauguração foi oficiada pelo Director do Departamento de Propaganda e Cultura do Gabinete de Ligação do Governo Popular Central na RAEM, Wan Sucheng; pela Presidente do Instituto Cultural, Mok Ian Ian; pela Directora da Escola Superior de Artes do Instituto Politécnico de Macau, Hsu Hsiu-Chu; pelo Presidente da Assembleia Geral da Associação Fotográfica de Macau, Kuok Keng Man; pelo Subdirector e Director-Geral do Jornal Macao Daily News, Wan Nang Hon; e pelo Vice-Presidente Executivo da Associação dos Artistas de Belas-Artes de Macau, Sio In Leong.

A “Exposição Colectiva das Artes Visuais de Macau” tem o objectivo de promover, ao longo dos anos, a criação de artes visuais locais e a identificação de talentos, tendo-se tornado num evento cultural icónico no sector das artes visuais a nível local e numa plataforma para os artistas de Macau mostrarem o seu talento e criatividade. Foi submetido um total de 300 peças (conjuntos) de 180 participantes, cobrindo uma ampla variedade de meios de expressão artística, que vão da pintura, fotografia, gravura, cerâmica, escultura, instalação, vídeo ou criações em interdisciplinaridade, mostrando a diversidade e criatividade do meio artístico local.

O Júri, constituído por sete profissionais de arte nacionais e estrangeiros, e após uma avaliação rigorosa, selecionou um total de 79 peças (conjuntos). A lista dos trabalhos premiados é a seguinte: 1 Grande Prémio do Júri: Animus de Lo Hio Ieng; 1 Prémio Jovem Artista: Impressões de Sit Ka Kit; 10 Prémios para Obras Excepcionais: Animus de Lo Hio Ieng, Impressões de Sit Ka Kit, Vale Infernal de Lou Kam Ieng, SEM TÍTULO 03 de Ricardo Filipe dos Santos Meireles, Ele Esteve Aqui de Ieong Wan Si, Papel de Parede para Auto-retrato de Xie Yun, Medição de Lam Im Peng, Aprendendo com os Outros de Im Fong, Igreja de São Domingos de Cai Guo Jie, e Coexistência de Ng Sang Kei; 10 Prémios de Obras Especiais: Fora do Mundo de Lam Sio Hong, Paisagens Diminuídas de Kun Wang Tou, Cada Um Tem a Sua Própria Verdade de Cheong Hoi I, Espaço Perdido de Ieong Mei Cheng, Série Inclusão I de Wu Hin Long, Cinco Sabores: Sentimentos Agridoces de Kam Hio Kuan, Ajuntamento de Lei Ka Ieng, Macau Colorida de Wang Fan, Brumas de Macau de João Miguel Vieira Santos de Barros, e Passeio de Che Chi Un.

A “Exposição Colectiva das Artes Visuais de Macau” decorre de 30 de Abril a 13 de Junho, no Centro de Arte Contemporânea de Macau - Oficinas Navais N.º 1 e no Antigo Estábulo Municipal de Gado Bovino. A exposição está aberta das 10:00 às 19:00 horas, incluindo aos dias feriados. A entrada é gratuita.

O Instituto Cultural implementa as providências necessárias à organização de actividades artísticas e culturais, em estrita conformidade com as directrizes de prevenção de epidemias, dos Serviços de Saúde. Os participantes que entrarem nos recintos deverão usar máscara, submeter-se a medição da temperatura corporal e apresentar um Código de Saúde de Macau válido, e cooperar com as medidas de controlo de circulação de pessoas, nos locais.

Para informações sobre a exposição, é favor contactar o IC através do telefone n.º 8988 4000 durante o horário de expediente, ou visitar a página electrónica do IC, em www.icm.gov.mo.