Lançamentos

Celebração do 30.o Aniversário do Festival Internacional de Música de Macau

Para comemorar os 30 anos do Festival Internacional de Música de Macau, organizado pelo Instituto Cultural, foi lançado o livro Celebração do 30.º Aniversário do Festival Internacional de Música de Macau. Esta publicação, que documenta a evolução do Festival de Música, inclui artigos dos anteriores directores artísticos e de estudiosos de Macau, oferecendo diferentes perspectivas da história de Macau em áreas relacionadas com a música.

Diáspora Macaense: territórios, itinerários e processos de integração (1936-1995)

Diáspora Macaense: Territórios, Itinerários e Processos de Integração (1936-1995), com uma problemática focalizada nos novos fluxos migratórios dinamizados a partir da década de 1940, pretende dar seguimento aos estudos sobre a diáspora macaense, reconhecendo continuidades e rupturas em relação ao período anterior: o prolongamento no tempo até ao final do século XX, mantendo-se o suporte das redes sociais constituídas em torno das famílias; a sequencialidade dos itinerários, partindo dos segmentos migratórios anteriores para outros que conduzem a comunidade a novos destinos; e o aumento do nível de dispersão territorial, sendo de salientar, como principais países receptores, EUA, Canadá, Brasil e, ainda, Portugal, Austrália e Grã-Bretanha.

Traços e Visão

Enquanto prática tradicional, a origem das festividades "Shehuo" remonta aos antigos rituais do Período Neolítico na China, em homenagem ao Deus da Terra (guardião das boas colheitas e da sorte). Posteriormente, foram introduzidos componentes folclóricos e a tradição milenar do "Shehuo" evoluiu gradualmente para a grande celebração festiva dos dias de hoje. Embora os festivais "Shehuo" tenham lugar em várias regiões da China, sobretudo no Nordeste, os de Longzhou, na Província de Shaanxi, são considerados os mais genuínos. O fotógrafo chinês Wu Xiaopeng dedicou um trabalho de cinco anos aos festivais "Shehuo", num projecto que o levou a dezenas de aldeias naquela região. Agora, ele apresenta-nos aqui, uma selecção de 60 fotos desse trabalho, oferecendo aos visitantes uma visão rara desta festividade muito especial, justamente considerada um testemunho vivo da milenar cultura chinesa.

Contributos para o Estudo da Literatura de Macau

Integrado na Colecção Casa da Literatura de Macau, este trabalho, o primeiro da Série Estudos e Crítica Literária, visa divulgar o percurso e a obra dos autores de Macau e de outros que registaram as suas impressões, narrativas, ficções ou inquietações em língua portuguesa.