Filarmónica de Viena

“(Andrés Orozco-Estrada) é enérgico e apaixonado, mas também possui sensibilidades líricas genuínas e está excepcionalmente sintonizado com texturas orquestrais completas.” – Triblive

“Sempre foi notável a combinação (Yuja Wang) de destreza técnica, alcance cromático e poder absoluto…” – Financial Times


Não há, talvez, nenhum outro conjunto musical mais estreitamente associado à história e tradição da música clássica europeia do que a Filarmónica de Viena. Nos últimos 176 anos, a orquestra experimentou e influenciou o curso da história musical em todo o mundo. Até hoje, solistas e maestros proeminentes referem-se ao ímpar "som vienense" como de uma qualidade excepcional e o que a diferencia de outras orquestras.

Sob a batuta de Andrés Orozco-Estrada, o muito solicitado maestro colombiano-austríaco que já dirigiu algumas das principais orquestras do mundo, incluindo a Orquestra Filarmónica de Berlim, a Staatskapelle Dresden e a Gewandhausorchester Leipzig, a Filarmónica de Viena apresentará, juntamente com a afamada pianista Yuja Wang, a Sinfonia “Do Novo Mundo”, de Dvořák, e o Concerto para Piano n.º 3, de Rachmaninoff. A destreza técnica, percepção musical e profundidade emocional de Yuja Wang consolidaram o seu lugar entre os principais artistas do mundo.
 

Duração: Aproximadamente 1 hora e 40 minutos, sem intervalo
 

Programa
S. Rachmaninoff: Concerto para Piano n.º 3 em Ré Menor, op. 30
A. Dvořák: Sinfonia n.º 9 em Mi Menor, op. 95, B. 178 “Do Novo Mundo
 

Maestro: Andrés Orozco-Estrada
Yuja Wang, Piano
Filarmónica de Viena

 

    

21-22/10|Segunda-feira a Terça-feira|20:00
Centro Cultural de Macau - Grande Auditório

Bilhetes:
MOP 600



Pdf do Programa de Casa

Também poderá gostar

Espectáculo de Encerramento: 
A Cantata do Rio Amarelo
Orquestra de Macau e Orquestra e Coro do NCPA da China

30/10|Quarta-feira|20:00

Serenata de Cordas
Solistas de Sejong e Sophia Su

27/10|Domingo|20:00