PORT ENG

Introdução > Orquestra Chinesa de Macau

Orquestra Chinesa de Macau
 

 

 

Fundada em 1987, a Orquestra leva o melhor da música da nação chinesa para o exterior. Nos últimos anos, o recrutamento contínuo dos melhores músicos nos círculos da música tradicional aliado à continuada realização de intercâmbios e actuações no exterior veio elevar o nível de exibição da Orquestra, fazendo com que esta se tenha transformado numa orquestra profissional que tem merecido rasgados elogios a nível nacional e internacional.O reportório da Orquestra inclui obras de música clássica e contemporânea que procuram explorar e desenvolver a arte sinfónica da música tradicional, com particular ênfase na interpretação de peças encomendadas inspiradas em elementos culturais locais, onde existe uma fusão orgânica das culturas chinesas e ocidentais, criando desta forma um repertório elegante e original.


A OCHM é actualmente composta, na sua maioria, por músicos profissionais, que exercem as suas funções a tempo inteiro, complementada por músicos a tempo parcial. Junho de 2004 marcou uma nova fase no desenvolvimento artístico da Orquestra, quando esta aceitou o primeiro grupo de jovens e enérgicos músicos a tempo inteiro. Nos últimos anos, a OCHM tem levado a cabo um processo de recrutamento de novos instrumentistas através da internet, da imprensa escrita e enviando cartas a grandes conservatórios da Ásia, que resultou em candidaturas provenientes da China, Taiwan, Hong Kong e Malásia. Após uma exigente análise e avaliação dos curricula dos candidatos pela Comissão Artística da OCHM, foram seleccionados os instrumentistas mais eminentes. Com a introdução deste “sangue novo”, a orquestra elevou o seu nível artístico, tendo obtido críticas muito favoráveis no círculo musical, tanto na China como no estrangeiro.
O repertório da OCHM cobre uma amplitude de géneros musicais que vão desde obras tradicionais a composições modernas. Para além de explorar e desenvolver a arte da sinfonização da música tradicional chinesa, a OCHM dedica-se, em particular, à apresentação de obras encomendadas originais, elegantes e únicas, com elementos culturais locais e fusão das culturas chinesa e ocidental.


Colaboraram com a OCHM instrumentistas e cantores famosos tais como Nancy Loo, Shi Sucheng, Yu Qiwei, Min Huifen, Liu Dehai, Wong On Yuen, Rão Kyao, Dulce Pontes, Rui Veloso, Luís Represas, Jiang Kemei, Wang Guotong, Song Fei, Hu Songhua, Zhang Ye, Wu Yanze, Dai Ya, Qubi Awu, Ma Xianghua, Zhang Gaoxiang, Chen Zuohui, Tang Junqiao, Yan Jiemin, Zhao Jiazhen, Guo Yazhi, Guo Fengnu, Kong Xiang-dong, Pedro Jóia, Pedro Caldeira Cabral, Frances Yip, Kátia Guerreiro, Ala dos Namorados, Yu Hongmei, Paula Tsui, Yu Kuizhi, Adam Cheng, Jenny Tseng, Deng Jiandong, Li Chuanyun, Yin Chengzong, Zhang Qiang, Lily Chen, Miro, Soler, Carlos do Carmo, Custódio Castelo, George Lam, Kong Chaohui, Chen Jun, Lu Wei, Niu Niu, Wu Yuxia e Maria Ana Bobone, etc.


Colaboraram, ainda, com a Orquestra maestros famosos, tais como o anterior Director Artístico da OCHM, Wong Kin Wai, Pang Ka Pang ,Wang Zhengping, He Zhanhao, Gu Limin, Gu Guanren, Wang Fujian, Huang Xiaofei, Wang Yongji, Hu Bingxu, Yan Huichang, Kuan Nai Chung, Piao Dongsheng, Bian Zushan, Liu Wenjin, Chen Xieyang, Zhang Lie, Chen Ning Chi, Hong Xia, Huang Kuang-yu, Ho Man-chuen, Wang Aikang, Sun Peng, entre outros.

 

© Praça do Tap Siac, Edif. do Instituto Cultural, Macau
Address: Avenida do Conselheiro Ferreira de Almeida, No. 95 C-D, Macao
Tel:+853 8399 6699 / +853 8399 6409 Fax:+853 2852 3660 / +853 2836 6899 Email:OCHM@icm.gov.mo

Este site foi optimizado para visualização a 1024 x 768, nas versões Internet Explorer 7 、 Adobe Acrobat Reader 9