Apresentação do Projecto Arqueológico

  1. Trabalhos
    Em 1972:
    O ex-Museu Luís de Camões convidou a Sociedade Arqueológica de Hong Kong para proceder a investigações arqueológicas em Macau e esta foi a primeira vez que se descobriram achados arqueológicos de superfície na Vila de Coloane.

    Em 2007:
    O IACM procedeu a investigações arqueológicas na Rua do Estaleiro e descobriu achados arqueológicos.

    De 2012 a 2013:
    As investigações arqueológicas que decorreram na Rua do Estaleiro foram desenvolvidas por iniciativa do Instituto Cultural, que constituiu um grupo de especialistas em arqueologia, geologia e paleoambiente da China Continental e de Hong Kong. Foi descoberto um conjunto de materiais que remonta aos finais do período Neolítico e à Idade do Bronze, presumindo-se que esta zona apresenta um potencial arqueológico elevado.

    De 2014 a 2015:
    Com base nos resultados das investigações arqueológicas, o Instituto Cultural realizou a primeira fase das escavações (parque de estacionamento). Tendo em conta os vestígios arqueológicos descobertos na primeira fase, os arqueólogos consideraram que o parque de estacionamento corresponde ao limite do sítio arqueológico (zona periférica) e que a zona central poderia estar na parte norte do campo de futebol. Assim, o Instituto Cultural realizou a segunda fase do projecto arqueológico no campo de futebol e área recreativa adjacente, entre os finais de 2014 e os inícios de 2015.
     
  2. Introdução ao Projecto
    Em 2012 e 2013, o Instituto Cultural realizou trabalhos de investigação arqueológica na área da Rua do Estaleiro, em Coloane. Foi possível inferir que esta parte da ilha apresenta um elevado potencial arqueológico ao combinar os dados provenientes de levantamentos arqueológicos passados, os resultados de trabalhos realizados com o auxílio de um Modelo de Potencial Arqueológico de SIG, e com pesquisa e sondagens adicionais. Por esta razão, o Instituto Cultural lançou o “Projecto Arqueológico da Rua do Estaleiro em Coloane”, no ano de 2014, tendo o mesmo organismo convidado um grupo de especialistas em arqueologia, geologia e paleoambiente da China Continental e de Hong Kong a formarem uma equipa. Este grupo de peritos iniciou as escavações arqueológicas em Maio de 2014 na parte norte do parque de estacionamento da Rua do Estaleiro.

Agenda

Descobertas mais recentes e conclusões preliminares
Encontraram-se alguns fragmentos de cerâmica, ferramentas de pedra e vestígios de lareiras.
Nesta fase, presume-se que os achados cerâmicos sejam “fragmentos de cerâmica geométrica” que datam dos finais do Neolítico ao início da Idade de Bronze e têm entre 3000 a 3800 anos. Fragmentos de cerâmica semelhantes foram encontrados também em Zhuhai, Shenzhen e Hong Kong, etc. As ferramentas de pedra encontradas incluem seixos, percutores e mós.