Notícias

O Instituto Cultural (IC) irá proceder no dia 11 de Agosto, Sexta-feira, à remoção regular de ervas daninhas no Arco das Portas do Cerco. Por motivos de segurança pública, o IC levará temporariamente a cabo a colocação de uma vedação nas zonas circundantes. Para mais informações, é favor contactar o IC através do telefone n.º 8399 6699, durante o horário de expediente.
Dado que os edifícios patrimoniais constituem bens culturais importantes de Macau, o Instituto Cultural (IC) tem vindo a destacar funcionários para realizar inspecções regulares aos mesmos, com vista a determinar o seu estado de conservação. Com o recente aumento da pluviosidade e a aproximação da época dos tufões, bem como a história longínqua das construções patrimoniais, as quais são propensas a sofrer mais o impacto do mau tempo, o IC irá aumentar a frequência das inspecções aos edifícios históricos, a fim de detectar potenciais riscos e de tomar medidas preventivas para reduzir os riscos de segurança.
O Instituto Cultural (IC) procedeu a uma inspecção hoje (dia 26 de Novembro) e descobriu que o canto da fachada do Edifício do Hospital S. Rafael e jardim (Consulado-Geral de Portugal em Macau e Hong Kong), no cruzamento da Rua de Pedro Nolasco da Silva e da Calçada do Monte, foi pintada, afectando a aparência exterior e a imagem geral do edifício. O IC condena fortemente os comportamentos desadequados e volta a advertir que a execução de inscrições ou de pinturas em edifícios patrimoniais envolve violação do disposto no artigo 35.º da Lei de Salvaguarda do Património Cultural. Caso os edifícios sejam afectados, tal constitui ilícito criminal. O IC já informou a Polícia e irá coordenar activamente com o Consulado-Geral de Portugal em Macau e Hong Kong para a reparação da fachada do edifício, envidando esforços para devolver a aparência original do edifício no mais curto prazo. Nos termos da Lei n.º 11/2013 - Lei de Salvaguarda do Património Cultural, este edifício foi classificado como “Edifício de interesse arquitectónico”.
De modo a compreender plenamente a distribuição dos artefactos arqueológicos na zona da Rua do Estaleiro, em Coloane, o Instituto Cultural (IC), segundo as recomendações apresentadas pelos especialistas, deu início, no meio de Novembro do ano passado, à terceira fase dos trabalhos arqueológicos na parte noroeste do parque de estacionamento da zona e na área do campo de basquetebol, tendo-se concluído os trabalhos respectivos no primeiro trimestre de 2016.
De modo a compreender plenamente a distribuição dos artefactos arqueológicos na zona da Rua do Estaleiro, em Coloane, o Instituto Cultural (IC), segundo a recomendações apresentadas pelos especialistas, irá, no dia 23 de Novembro, dar início à terceira fase dos trabalhos na parte noroeste do parque de estacionamento da zona, nomeadamente na área do campo de basquetebol. Tendo em vista garantir a segurança pública, durante o período das escavações, as áreas referidas serão temporariamente encerradas ao público, pelo que se pede a compreensão da população.
Informações Essenciais (2ª Fase dos trabalhos arqueológicos) O IC lançou o “Projecto Arqueológico da Rua do Estaleiro em Coloane” no ano de 2014, convidando especialistas em arqueologia, geologia e ambiente de Hong Kong e da China Continental para formarem uma equipa e, entre Maio de 2014 e 2015, iniciou-se a fase das escavações arqueológicas no parque de estacionamento, no campo de futebol e na zona recreativa da Rua do Estaleiro.
As duas fases dos trabalhos do “Projecto Arqueológico da Rua do Estaleiro em Coloane”, realizadas pelo Instituto Cultural (IC), foram concluídas. Seguindo os pareceres de especialistas, o IC planeia usar métodos de enchimento para consolidar e proteger os vestígios desenterrados. No dia 8 de Julho, na 2.ª Reunião Plenária Ordinária de 2015 do Conselho do Património Cultural, o IC procedeu à apresentação dos resultados mais recentes do projecto arqueológico relativo aos membros do Conselho e à auscultação das suas opiniões sobre este projecto.
A segunda fase dos trabalhos do “Projecto Arqueológico da Rua do Estaleiro em Coloane”, realizada pelo Instituto Cultural (IC), já foi concluída. Segundo os pareceres de especialistas, o IC planeia usar métodos de enchimento para consolidar e proteger os vestígios desenterrados.
No âmbito das comemorações do 10.º aniversário da inscrição do “Centro Histórico de Macau” na lista do Património Mundial, o Instituto Cultural promove, em conjunto com diversas entidades, várias actividades que incluem novas instalações histórico-culturais em serviço, exposições, um seminário e novas publicações, espectáculos culturais e actividades em destaque, num total de 35 eventos divididos em cinco séries. Deste modo, possibilitar-se-á a construção de uma plataforma eficaz de cooperação, permitindo à população local e a visitantes celebrarem a inscrição do “Centro Histórico de Macau” na Lista do Património Mundial através de diversas actividades culturais, esperando chamar a atenção de todos os sectores da sociedade para a protecção e transmissão do património cultural e promovendo os seus valores universais.
De modo a permitir a todos os sectores sociais compreenderem mais a fundo os trabalhos arqueológicos de Coloane, o Instituto Cultural (IC) prestou, no dia 9 de Abril, esclarecimentos à imprensa sobre os mais recentes progressos nos trabalhos arqueológicos da Rua do Estaleiro, em Coloane.
Para aprofundar o conhecimento dos professores sobre os trabalhos arqueológicos e de protecção do património desenvolvidos em Macau, e para que estes possam depois transmitir estes conhecimentos de história e cultura aos seus alunos, o Instituto Cultural (IC) realizou recentemente (dia 29 de Novembro) três sessões especiais para professores denominadas “Impressões no Subsolo – Palestra de Arqueologia”, sendo cada sessão composta por palestras temáticas, visitas de campo e à exposição “Marcas Históricas de Lingnan: Os Mais Notáveis Achados Arqueológicos de Guangdong, Hong Kong e Macau”. Esta actividade atraiu a participação de cerca de cem professores do ensino primário e secundário e contribuiu para promover o seu conhecimento sobre a arqueologia.
De modo a melhor compreender a distribuição dos artefactos arqueológicos na zona da Rua do Estaleiro, em Coloane, o Instituto Cultural (IC) irá, a partir de meados de Novembro, dar início à segunda fase dos trabalhos na parte norte do parque de estacionamento da zona, nomeadamente na área do campo de futebol da referida rua. Tendo em vista garantir a segurança pública, durante o período das escavações, a área será temporariamente encerrada ao público, pelo que se pede a compreensão da população.
Após a realização da exposição “A Rota Marítima da Porcelana – Relíquias dos Museus de Guangdong, Hong Kong e Macau”, o Departamento Cultural da Província de Guangdong, o Gabinete para os Assuntos Internos do Governo da R.A.E. de Hong Kong e o Instituto Cultural do Governo da R.A.E. de Macau (IC) organizam este ano mais uma exposição itinerante intitulada “Marcas Históricas de Lingnan: Os Mais Notáveis Achados Arqueológicos de Guangdong, Hong Kong e Macau”, a fim de dar a conhecer ao público o sucesso dos trabalhos arqueológicos levados a cabo em Guangdong, Hong Kong e Macau, bem como apresentar os resultados dos esforços conjuntos das três regiões no âmbito das reuniões de cooperação cultural.
Após a realização da exposição “A Rota Marítima da Porcelana – Relíquias dos Museus de Guangdong, Hong Kong e Macau”, o Departamento Cultural da Província de Guangdong, o Gabinete para os Assuntos Internos do Governo da R.A.E. de Hong Kong e o Instituto Cultural do Governo da R.A.E. de Macau (IC) organizam este ano mais uma exposição itinerante intitulada “Marcas Históricas de Lingnan: Os Mais Notáveis Achados Arqueológicos de Guangdong, Hong Kong e Macau”, a fim de dar a conhecer ao público o sucesso dos trabalhos arqueológicos levados a cabo em Guangdong, Hong Kong e Macau, bem como apresentar os resultados dos esforços conjuntos das três regiões no âmbito das reuniões de cooperação cultural. A exposição estará patente no Museu de Cantão, Museu de História de Hong Kong e Museu de Macau. A cerimónia de inauguração da exposição no Museu de Macau terá lugar no dia 25 de Setembro, Quinta-feira, pelas 18:00 horas, no lobby do Museu, estando patente de 26 de Setembro até ao dia 11 de Janeiro de 2015, no 3º andar do edifício.
O Workshop de Arqueologia para cidadãos de Coloane, co-organizado pelo Instituto Cultural do Governo da R.A.E.M (IC) e Associação de Moradores de Coloane, teve lugar no dia 28 de Junho, com o objectivo de aumento do conhecimento dos mesmos sobre o “Projecto Arqueológico da Rua do Estaleiro em Coloane”.