繁體中文  |  簡体中文  |  Português  |  English  
  Contacte-nos  |  Caixa de Sugestões  
 
 
Notícias > Geral

"Horizontes de Macau" é tema de concurso do IC

Data 26/10/2004
Categoria Exposição
Fonte Macau Art Net

O Instituto Cultural está a promover um concurso para a Exposição de Arte Contemporânea “Horizontes de Macau”, que vai decorrer próximo ano na Galeria Tap Seac. A data limite para as candidaturas é 4 de Dezembro.

Dedicada ao tema “Horizontes de Macau”, este tópico visa estimular a reflexão sobre a forma como a cultura em Macau é influenciada pela globalização. Segundo a organização, esta reflexão pedida aos artistas pretende abrir caminhos ao futuro das artes em Macau.

Esta exposição pretende apresentar conjuntos de obras que constituam séries de trabalhos. Os grupos constituídos no máximo por oito artistas serão seleccionados de entre os candidatos com base no seu carácter distinto e serão exibidos na Galeria Tap Seac entre 2005 e 2006.

Os participantes devem ser residentes de Macau ou devem residir legalmente no Território. A organização explica ainda que as obras a submeter devem ter sido produzidas especificamente para esta exposição e não podem ter sido expostas anteriormente.

Os participantes podem usar qualquer meio de expressão artística e são livres de escolher os media adequados para as suas obras. A organização também encoraja a apresentação de “assemblages” compostas de diferentes media e os participantes podem constituir conjuntos de artistas, diferentes meios de expressão artística, ou diferentes conceitos em grupos para exposição.

Os interessados devem submeter o Boletim de Inscrição e a proposta de obra até ao dia 4 de Dezembro. A organização seleccionará depois as propostas anunciando os resultados antes do dia 15 de Dezembro.

Para assegurar a qualidade das peças a expor, estas serão avaliadas por um júri. As obras serão apreciadas segundo os critérios como a qualidade da obra (incluindo a expressão conceptual, grau de criatividade e execução técnica). Ao mesmo tempo, será também levada em conta a inclusão de vários meios visuais diferentes.

A organização convidará individualidades de Macau e do exterior, representativas de diferentes domínios, para formar um painel de selecção. O júri tomará as suas decisões finais por maioria de votos.

A fim de encorajar a adesão dos interessados, a organização concederá aos participantes um subsídio no montante de 3 000 patacas por cada obra seleccionada.



Voltar