繁體中文  |  簡体中文  |  Português  |  English  
  Contacte-nos  |  Caixa de Sugestões  
 
 
Exposições > Memória
Misticismo de Shi Hu enfeitiça Galeria Tap Seac

28/5/2004 - 18/7/2004

É um defensor da tradição chinesa mas a sua arte é contemporânea. O pintor chinês Shi Hu está de regresso a Macau para apresentar trabalhos numa mostra que inaugura no dia 28 de Maio à tarde na Galeria Tap Seac.

As muitas obras de arte contemporânea que vão estar patentes ao público neste espaço do Instituto Cultural a partir de 28 de Maio dão nota da evolução do pintor Shi Hu na pintura, na caligrafia e na cerâmica. A cor é um dos elementos que permite essa observação.

Antes era a forma que determinava a pintura de Shi, um elo que mantinha com a tradição chinesa. Utilizando tinta da China, este pintor do continente recorria a uma temática muito popular.

A cor entrou depois na paleta de Shi, denotando a herança da Pintura de Ano Novo, um estilo característico do continente. Os tons fortes passaram assim a marcar a obra do artista, apesar do seu estilo clássico.

Na Galeria Tap Seac vão ainda estar patentes cerâmicas e caligrafias. A mostra está dividida em três fases para uma melhor compreensão do trabalho de Shi, crítico do percurso de muitos artistas chineses da arte contemporânea que tanta influência sofreram do ocidente. Esse poderá vir a ser um dos tópicos do seminário que este artista dá, em mandarim, no dia 29 de Maio à tarde.

“O Pássaro Místico”, título da mostra deste pintor do continente que já expos em Macau, vai estar patente até 18 de Julho.

 Em Detalhe
Data 28/5/2004 - 18/7/2004
Horário 10:00 - 19:00
Organização Instituto Cultural do Governo da R.A.E. de Macau